quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Girl's stuff #82

Saldos... Saldos... Saldos...
A perdição de todas as mulheres... 
Geralmente, nos saldos, costumo fazer compras sempre para a estação seguinte. Pessoalmente, desde que trabalho fora do Centro Comercial que estou bastante mais, mas bastante mais mesmo, comedida quanto a compras de roupa, saldos inclusive. Fui uma vez apenas aos saldos, não contando o dia em que fui trocar um cartão presente e trouxe da Zara umas calças de ganga que, por acaso, estavam em saldo. Em lojas físicas, na Bershka, comprei duas t-shirts de fundo branco estampadas (3.99€ cada) e, na Pull&Bear, também duas t-shirts, uma preta com mangas bordadas (3.99€) e uma rosa com frases (1.99€). Online, na Stradivarius, fiz as duas compras abaixo:
 Antes 5.95€ | Agora 2.99€
Antes 15.95€ | Agora 3.99€

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Do fim-de-semana #50

Fim-de-semana de sol e com temperaturas amenas é sinónimo de aproveitar o exterior e o nosso "ar livre" tão puro que temos.
Sábado começamos o dia bem cedo com uma caminhada. Rumamos ao Nordeste, mais precisamente à Achadinha, e fizemos o trilho do "Poço Azul". Bonito e muito acessível, com ótimas condições para caminhar. Só um "problema" - o poço azul não estava azul, estava bem verde... Para recuperar as calorias gastas, nada como almoçar o melhor hambúrguer dos arredores, no Porto Formoso - e sim, é mesmo bom. 
Domingo, um novo dia de sol, já com o nosso pirata, passeio na baixa e café na renovada esplanada do Café Central. Depois de almoço, e como o sol continuou à espreita, passamos a tarde no nosso jardim, com o Diogo a brincar e nós a apanhar um pouco de vitamina D. Antes do habitual jantar de domingo, ainda tempo para um ligeiro passeio no nosso terreno ao lado de casa, para aproveitar a linda luz de final de tarde.
 
 
 
 
 
 
 

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Baby Kaipi #228

As selfies do artista da casa 😊
 
 
 
 

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Carnaval #4 dias em casa

Os rapazes de férias cinco dias e a menina da casa quatro, com um dia de trabalho pelo meio. Foram dias de aproveitar a nossa casinha, pois o tempo nem sempre esteve bom, mas também para uma ou outra saída. 
Sábado fomos de passeio até ao centro da cidade, já que estava uma manhã linda e quisemos aproveitar as esplanadas para um cafézinho. À tarde, fui buscar a nossa encomenda favorita. 
Domingo ainda amanheceu bonito. Fomos até à Caloura. O Diogo adorou ver os barcos de pesca. À tarde, ele foi com os avós para uma matiné de Carnaval. Adorou!
Início de semana, ficaram os meninos em casa e eu fui trabalhar.
Terça-feira começou chuvosa. Aproveitei para fazer a primeira fornada da época de bolos lêvedos. Dia caseiro, com tarde de filmes. À noite, fomos ao nosso jantar de família semanal.
Quarta-feira, Dia de São Valentim, aproveitamos a manhã sozinhos e fomos ainda almoçar fora, não para celebrar o dia dos namorados, mas sim porque estávamos sozinhos, estava bom tempo e apetecia-nos. Tarde caseira e levantamento de encomenda Diogo ao final do dia. À noite, ainda tive direito a histórias contadas, e inventadas, pelo melhor contador de histórias de sempre - o meu boneco lindo.
 
  
 
 
 
 
 

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Carnaval #3

Hoje, para as crianças, foi o derradeiro dia de celebração do Carnaval. Foi dia de fantasiar a pequenada para participarem no corso anual que percorre as ruas da nossa cidade. O Diogo foi de Turco, com um fato trazido da Turquia pelos avós. Saiu de casa feliz e contente com o seu saco de confetis... e mais houvesse. Acompanhei-o, tal como outros pais, ao longo de todo o cortejo, o que ele adorou. Divertiram-se muito todos os miúdos, apesar de, já perto de final, acusarem já algum cansaço do "pára arranca" típico deste tipo de cortejos. Depois do desfile, regresso ao colégio para um almoço especial e prontos para uma tarde sem aulas e só de brincadeira. Ele gostou e eu adorei acompanhá-lo neste dia tão especial. Para o ano há mais...
 
 

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Do fim-de-semana #49

Com o Diogo ainda a recuperar da sua "pneumonia não grave típica da idade" (palavras da médica), foi um fim-de-semana de literalmente ficar por casa, pelo menos, ele e eu, que o pai ainda conseguiu ir surfar e jantar com amigos.
Sábado acordamos pelas 10h e por casa ficamos. O Diogo brincou muito e eu com ele. À tarde, estive nos cozinhados, pois à noite ia ter as meninas lá em casa a jantar, e assim foi até à 1h. Que bom foi. Já não estávamos (quase) todas juntas há muito tempo.
Domingo acordei às 10h e os rapazes às 11h. Boa vida nesta casa! Foi um típico dia de ronha: em casa todo o dia, muita brincadeira com o Diogo, os avós vieram cá lanchar, algumas sonecas, e ainda uma raridade - conseguimos os dois ver um filme à tarde que estava a dar na televisão, que ainda não tínhamos visto e que até era bom. 
As fotos são as possíveis de quem passou dois dias em casa.
 
 
 
 
 
 
 

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Dia Mundial da Nutella

Há lá coisa melhor?...
 
 

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Baby Kaipi #227

Adoentado e depois de uma noite mal dormida, assim esteve o nosso menino a fazer a sua sesta, por durante mais de 3h.
.: entre as 15h e as 18h :.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Das mini mini férias

Fomos sábado de madrugada e regressamos segunda-feira à noite. Foram três dias passados a dois. Três dias em que namoramos muito, passeamos muito, conhecemos novos espaços em Lisboa, visitamos outros que gostamos, fizemos questão de almoçar e jantar em novos espaços. Comemos muito bem e bebemos bom tinto. Compras nada fizemos, apenas duas peças de roupa para o Diogo e um brinquedo para ele. O objetivo desta viagem foi mesmo descansar e desfrutar do que a cidade tem para oferecer, sem horários e sem compromissos. 
Sábado começamos com pequeno-almoço no Starbucks do Chiado, passeio pela baixa, Avenida da Liberdade e Parque Eduardo VIII. Almoço no Ground Burguer, perto da Praça de Espanha. Regresso à baixa para mais umas voltas. Final de tarde, já com um amigo, passagem no Miradouro de Santa Catarina, para um vislumbre do pôr-do-sol, e ida para o LX Factory, onde acabamos por jantar no restaurante Cantina.
Domingo acordamos sem pressas. Pequeno-almoço novamente no Chiado, mas desta vez na pastelaria Sacolinha. Mais umas voltas pela baixa, caminhamos até à Praça do Comércio, e subimos ao Arco da Rua Augusta, de onde se tem uma bela vista do rio, praça e ruas adjacentes. De seguida, à descoberta, no Cais do Sodré, da famosa e tão fotografada Rua Cor-de-Rosa. Ainda antes de almoço, voltamos ao LX Factory para o conhecermos de dia, onde estava a haver um mercadinho muito giro. Regressamos e almoçamos no Prego na Peixaria do Mercado da Ribeira. Mais umas voltas, passeios, outro mercado na Praça da Figueira, e regressamos ao Starbucks para uma bebida fresca e descansarmos um pouco. Jantar com amigos no nosso já conhecido Calcutá, em pleno Bairro Alto, não sem antes bebermos um copo de tinto, no Bar do Ricardo, seguido de uma ginginha, n'A Trave, ambos no Bairro Alto.
Segunda-feira tomamos o pequeno-almoço na pastelaria Bábá, perto de casa. Desta vez, o dia foi passado no Parque das Nações, e, pela primeira vez, andamos os dois no teleférico. Almoçamos uma deliciosa pizza de massa fina no ZeroZero. Depois de almoço, demos uma volta pelo Vasco da Gama, entramos em algumas lojas e compramos umas roupas para o Diogo. Regressamos a casa para fazermos as malas e descansar um pouco antes de irmos para o aeroporto.
Dias que, estes últimos anos, já vêm sendo uma tradição imposta por nós, seja passados a dois ou com o Diogo, como fizemos o ano passado. Dias lindos de inverno em que apetece estar na rua. Sabe sempre bem sair da rotina...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.: Lisboa, de 27 a 29 de janeiro de 2018 :.